top of page

Que venha 2021!


Por Stella Ferreira


Águas de Lindóia, 31 de dezembro de 2020.


Começo a escrever neste último artigo do ano com um cabeçalho, como em 15 de maio de 2020, data em que inaugurei o blog.


Ainda estávamos no início da pandemia, sem saber ao certo quanto tempo ainda duraria aquela situação, e da quietude do momento, começou a florescer a Fios de Estrela.


Nasceu o site, o blog, as oficinas tornaram-se online. Tudo mudou de repente e a vontade de mudança se tornava cada vez mais evidente, se impondo a cada dia.

Os trabalhos manuais tomaram seu espaço que vinha sendo requerido há algum tempo. Caminho sem volta. A transição profissional aconteceu e se concretizou finalmente.


Fazendo um paralelo com o post de 15 de maio (clique aqui para ler) quando estávamos no outono com um friozinho que nos chamava para dentro, agora estamos no verão, calor, sol, nos chamando pra fora; mas existe algo em comum neste espaço tempo: a pandemia ainda não acabou. E apesar de que muitos já estejam “para fora”, para aqueles que estão atentos, ainda estamos num período de recolhimento, observação e quietude.


Podemos nos beneficiar das artes manuais neste período, intensificando esse sentir e olhar para dentro, proporcionando momentos de autoconhecimento e reflexão.


Tricotar, crochetar, bordar, registrar momentos através da escrita, do desenho, usar e abusar das cores, texturas e formas. Nos conectar com a natureza, perceber cheiros e as mais diversas tonalidades de tudo o que nos cerca. Já viu o quanto as plantas cresceram com as chuvas diárias e o calor? E o cheiro da terra molhada?


O que podemos produzir com fios através dessas observações e sentimentos? São tantas as possibilidades! Podemos abusar de uma característica do feminino, que é a criatividade, que por vezes fica meio enferrujada. Criar, recriar, transformar, nasce da conexão dos sentidos, intuição, que não passa pelo racional, pela mente e está ligada ao coração, ao sentir. O feminino existe nas mulheres e homens, considerando que somos formados 50% do feminino e 50% do masculino, o que inclui totalmente os homens. Portanto, sejamos todos criativos!


Sem dúvida 2020 foi um ano desafiador, intenso, com mudanças bruscas. Nada mais será como antes: nem para o bem nem para o mal. A criatividade está em alta, precisamos nos reinventar, olhar para o outro; descobrimos que não podemos viver sozinhos. Penso que coletividade e criatividade são palavras e ações que se farão cada vez mais presentes em nossas vidas.


E assim encerro o ano de 2020, levando no coração todo o aprendizado deste ano desafiador, agradecendo ao espaço tomado pelas artes manuais, pelas possibilidades de conhecimento e crescimento e por cada um de vocês que me acompanhou neste período. Desejando que 2021, regido pelo planeta Vênus e pelos Orixás Oxum, Oxóssi, Iemanjá e Oxalá, nos tragam amor, nutrição, prosperidade, fartura, sorte, alegria, felicidade e sabedoria.


E que possamos continuar entrelaçando nossos fios criando uma grande rede!


Um beijo a todos e nos vemos em 2021!



Stella Ferreira


Mãe Waldorf, empreendedora, criadora e idealizadora da Fios de Estrela, arteira dos fios desde a infância.

Arte manualista com inspiração na Pedagogia Waldorf.


Redes sociais

Instagram @fiosdeestrela

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page